23 de junho de 2005

Que número é que vamos dar a este?

Carrilho e Bárbara estão pelas ruas de Lisboa a fazer campanha. Só Carrilho fala, Bárbara só sorri alternando os sorrisos nº8, 21 e 34 e usando por uma vez justificadamente o sorriso 19. Claúdio Ramos aguarda com ansiedade o uso do sorriso nº 10 muito pouco usado por Bárbara. Cláudio e Maya opinam entre si sobre isso:

Cláudio: Repara bem este sorriso, será o 11?

Maya: Não é nada o 11, repara o ângulo do lábio superior. Aquilo é um nº9 porque é um ângulo obtuso. Repara agora, viste? É algo novo. Repara que o lábio inferior em vez de fazer uma parábola proporcional entre os eixos faz uma linha praticamente recta.

Cláudio: Que número é que vamos dar a este?

Maya: Espera aí deixa ver. Pode ser o 71?

Cláudio: 71 já há. Sabes, aquele em que os dentes incisivos dão a sensação de subir?

Maya: Não me lembrava. Olha fica o 72.