2 de junho de 2005

Estava eu a passear num centro comercial

Eu estava a passear num centro comercial. Um senhor pergunta-me se eu queria ter um cartão Visa CityBank. Eu disse-lhe que não estava interessado e pergunto-lhe a direcção da casa de banho mais próxima. Ele ia a responder-me quando uma rapariga dirige-se ao promotor mostrando interesse no produto. Ele pede-me para eu aguardar enquanto atendia a senhora. Passado cinco minutos, a conversa ainda durava quando interrompi a conversa para insistir no pedido. Ele decide responder-me mas a rapariga surpreendemente chatageia-o: “Primeiro estou eu. Se lhe disser onde é a casa de banho eu vou embora”. O promotor atrapalhado lá cedeu e prosseguiu a conversa. Passado uns minutos já com alguma impaciência voltei a pressioná-lo mas a rapariga repetiu a chantagem. Passado mais uns 5 minutos a rapariga diz ao funcionário que está aflita para ir à casa de banho e vai embora. O homem lá me disse onde era a casa de banho e eu fui. Quando saí encontro a tal mulher. Eu disse-lhe: “Boa Vânia, vamos chatear os tipos do ADSL?” E ela disse: “Bora”.