2 de junho de 2005

Descriminalizar homícidos a funcionários do CitiBank com balcões em centros comerciais

Sócrates apresentou uma proposta que visa descriminalizar homícidos a funcionários do CitiBank com balcões em centros comerciais. E acrescentou:” Tenho pensado neste assunto e de facto cheguei à conclusão que matar um senhor que passa o dia a chatear as pessoas que passam nos centros comerciais para angariar clientes para contratos de Cartão Visa, não poderá ser considerado crime antes uma situação aceitável, plausível e comprensível. Não é justo prender alguém por causa disto porque esses gajos estão mesmo a merecê-las”. E Sócrates acrescenta: “ Será criada benefícios fiscais para estimular a defesa do consumidor. Todas as despesas resultantes de agressões e homídicio serão dedutíveis no IRS desde a aquisição de facas, armas, lavandaria, macas, funeral, carros, cordas, etc. Sampaio concordou com a proposta de Sócrates mas acrescentou que para cada homícidio, cada assassino deverá pagar um valor simbólico do Estado de cerca de metade da multa de Mário Soares durante o dia das eleições legislativas em que violou a lei eleitoral.