15 de junho de 2005

É de hoje

Quantas vezes vamos a um café, ficamos a olhar para um bolo exposto e depois perguntamos “é de hoje?”. Porquê esta pergunta? Toda a gente que eles dizem sempre que é de hoje. Acham que eles vão dizer a verdade? “Ah! Pá isso está aí há duas semanas. Não conseguimos vender essa porcaria. Não coma isso porque já não deve estar bom!”
A frase “Há coisas que são intemporais” nunca fez tanto sentido.