26 de outubro de 2006

Um Turista estrangeiro teve um esgotamento após tentar memorizar todas as variantes portuguesas feitas a partir de café e de leite

O turista deu entrada no Hospital de Faro na terça-feira. Segundo um responsável do Hospital: “Temos recebido pessoas que não sabem distinguir um garoto de um pingado ou uma meia de leite de um galão”. O quadro clínico do indivíduo indica problemas em perceber o que é um abatanado e dificuldade em distinguir uma bica de um carioca, uma bica cheia de uma italiana e um café em chávena fria de um café em chávena escaldada. O Biscoito apurou que a maior causa de esgotamentos de turistas continua a ser a tentativa de memorização de todas as receitas portuguesas de bacalhau.