8 de outubro de 2006

Fenómeno de viciados em apostar resultados de campeonatos nórdicos está a ficar incontrolável

O Instituto de Ludopatia declarou, ontem, num comunicado, que já recebeu para tratamento mais de 4500 idosos desde Junho. Os pacientes têm sintomas idênticos como o hábito de dobrar duas vezes o jornal desportivo e de dizer TV Sport. O Biscoito detectou a fundação de uma seita que presta culto a jogadores nórdicos que passaram em Portugal como Jonas Thern, Schwarz, Magnusson, Maniche e Stromberg. “Eles estão tão confiantes que vão curar-se do vício que até andam a apostar milhares de euros em como se vão libertar disso”, afirmou um responsável do Instituto. António Bjorklund, nascido na Trafaria, não sabe explicar a paixão que sente por futebol nórdico. “Espero que o Hacken dê um pontapé na crise e ganhe ao Djurgarden”. Rafael Bogelund confessou ser o autor da frase “I Love you Karadas” que está na IC 19 no viaduto a seguir à saída de Queluz Norte ou nas palavras de Rafael: “sai de Oslo, vira à direita vai sempre em frente, passa Estocolmo e é a primeira à direita”.