8 de outubro de 2006

Juristas pretendem criminalizar pessoas que se colocam propositadamente à frente enquanto outras tiram fotografias

O jantar convívio do clube de fotógrafos juristas encerrou, ontem, as Jornadas Ibéricas de Fotografia. O porta-voz, João Arantes, anunciou a iniciativa legislativa que pretende levar à Assembleia para referendar. Arantes pretende obter uma clarificação por parte da associação de papparazzis e do grupo de trabalho de alpinistas sociais, sobre esta matéria. João Arantes considerou que o porta-voz dos papparazzis tinha sido "desautorizado" pela posição anti-criminalização do grupo dos alpinistas sociais. A redacção do Biscoito recebeu centenas de telefonemas de indivíduos que, embora se assumam como viciados em aparecer em fotos de Verão de desconhecidos, não querem ser confundidos com os alpinistas sociais. O Biscoito apurou que vai haver um workshop que se destina a ajudar pessoas que tenham dificuldade em serem fotografadas com os olhos abertos quando estão de frente para o sol.