26 de outubro de 2006

Festival de cinema do Fundão: filme sobre uma experiência de um homem que come pão saloio durante um mês causa polémica

A sétima edição do IMAGO - Festival Internacional de Cinema Jovem está a ser marcada pelo filme "Do M ao XXXL" de Eduardo Caroço. O realizador, sabendo que a idade limite de inscrição é de até 35 anos, decidiu inscrever o seu irmão mais novo como o realizador, à semelhança do esquema usado pelo treinador Paulo Bento que não tinha habilitações para ser treinador da Primeira Liga. O filme mostra o desafio que Eduardo Caroço impôs a si próprio: um regime alimentar exclusivamente à base de pão saloio. "A meio dá-se uma reviravolta porque ao contrário do Super Size Me, eu não me farto do que como. Começo é a comer azeitonas porque o pão puxa para aí e mais tarde meto-me no vinho pelas mesmas razões", afirmou o realizador. Em Super Size Me o autor é rigorosamente acompanhado por médicos para testar de forma objectiva a decadência do nível de saúde. Eduardo Caroço começou um ano antes a marcar consultas mas durante a rodagem do documentário deparou-se com o adiamento das mesmas tendo sido aconselhado por uma telefonista do Hospital Amadora-Sintra a fazer uma sequela daqui a cinco anos.