6 de outubro de 2006

Cardiologistas alertam: Ciber-crime é uma ameaça à saúde dos criminosos devido ao estilo de vida sedentário

Cardiologistas da Universidade Aberta, em debate organizado no âmbito da edição nº XXIII da Feira de Fitness de Odivelas, divulgaram que os ciber-criminosos estão a praticar um estilo de vida menos saudável que os criminosos clássicos. O colesterol é mais elevado e os casos de diabetes e excesso de peso têm uma ocorrência três vezes superior. “Um crime como o de roubar dinheiro virtual para a compra de armas e poderes para acabar os jogos online mais facilmente, deverá ser feito, no máximo, duas horas por dia”, afirmou Fernando Pádua, um dos participantes. Os especialistas alertaram para o perigo de abandonar os roubos por esticão porque são crimes que obrigam o organismo a um alto consumo calórico e a exercício físico. Os pais foram visados já que deixam as crianças 12 horas seguidas ao computador para tentarem aceder ao sistema central de barragens e centrais nucleares ou sacar palavras-chave de contas bancárias.