23 de abril de 2008

Pai decidia "dar um tempo" só para não pagar a semanada

O estilo de relacionamento do casal australiano composto por pai e filha era ditado por regras típicas das relações conjugais misturadas com regras mais próximas de uma relação de parentesco entre pai e filha. A maioria dos conflitos conjugais coincidia com períodos de maiores solicitações financeiras por parte da filha ou períodos de menor liquidez por parte do pai. “Houve um mês em que eu tinha de pagar a reparação do meu carro e o IRS e tinha prometido oferecer-lhe um portátil exactamente na mesma altura. Como não tinha dinheiro, disse-lhe que estava a passar por uma crise existencial, que estava a repensar determinadas situações na minha vida, que tinha conhecido outra pessoa que me fez questionar os sentimentos e que era melhor “dar um tempo”. Funcionou muito bem porque o ambiente entre nós ficou pesado e ela, como é óbvio, não teve lata para cobrar a minha promessa”, afirmou o pai.