24 de abril de 2008

Governo de Cuba impõe racionamento de SMS

A compra de telemóveis, até agora reservada a estrangeiros e funcionários públicos mais privilegiados, foi liberalizada, fazendo parte do fim de algumas proibições e limitações que Raúl Castro implementou. Os cubanos também têm agora acesso a hotéis, aluguer de automóveis e compra de computadores. Apesar da aparente abertura do regime cubano ao exterior, o relacionamento entre o Estado e os cidadãos mantém-se praticamente igual. “Cada cubano que adquira um telemóvel será vigiado por um militar para impedir o abuso do telemóvel. Cada cidadão tem direito a enviar uma SMS por semana e esta não pode ter mais de 20 caracteres. Se desobedecer, será preso durante um ano por cada mensagem escrita enviada a mais. O mundo não é como gostaríamos que ele fosse. Não há SMS para todos, é preciso dividir”, afirmou Raul Castro.