25 de abril de 2008

FENPROF pediu a Ronaldo, o génio da bola, o fim da avaliação dos professores

Num acto de desespero, o dirigente da Federação Nacional dos Professores (FENPROF), Mário Nogueira, tentou obter os serviços de Cristiano Ronaldo, o Génio da Bola. A polémica instalou-se depois de Mário Nogueira se ter recusado a esfregar a bola para que Cristiano Ronaldo aparecesse, alegando risco para a sua coluna e “tarefa incompatível com função inerente ao seu posto de trabalho”. Cristiano Ronaldo recusou a proposta de Mário Nogueira mas, depois de uma manifestação da FENPROF, recuou e optou por aparecer à frente de Mário Nogueira sem que este tivesse que esfregar a bola. O dirigente pediu a Cristiano Ronaldo que Maria de Lurdes Rodrigues seja demitida, que o sucessor da pasta revogue todo o processo de avaliação dos professores e, por último, pediu a Cristiano Ronaldo para recusar os desejos de Maria de Lurdes Rodrigues, caso ela tentasse reverter os seus.