10 de abril de 2008

Imprensa compara humanismo de Sócrates ao caso da mulher que mudou de sexo e que depois engravidou

Dois casos insólitos de transexualidade estão a causar furor nos média. A imprensa tem acompanhado o caso de José Sócrates e o caso de Thomas Beatie, um americano que nasceu mulher, mudou de sexo e decidiu engravidar motivado pelo facto de a sua mulher não poder ter filhos. Nos vários órgãos de comunicação social reina o consenso relativamente às semelhanças entre os dois casos. Segundo o analista político André Freire, a obstinação destes dois indivíduos em conseguir ter um filho/ganhar as eleições leva a que ambos sejam capazes de efectuar todas as inversões possíveis, por mais incoerentes e bizarras que sejam. "Thomas decidiu parar de tomar as injecções de testosterona para dar início à sua gravidez. José Sócrates virou à esquerda, baixou o IVA e decidiu começar a destilar diariamente hectolitros de compaixão pelos portugueses só para ganhar as eleições", afirmou o analista político.