28 de fevereiro de 2008

Maioria das mensagens escritas enviadas para convocar a manifestação do Rato eram da Optimus

Depois do caso da licenciatura de Sócrates e dos projectos arquitectónicos dos anos 80, a conspiração da Sonaecom contra o governo continua. Vitalino Canas, porta-voz do governo, acusa os professores que se manifestaram à porta da sede do PS no Largo do Rato de partilharem bolas de lava alaranjada entre si e de convocarem manifestações por SMS aproveitando um tarifário especial da Optimus, o Boomerang Kamarada. Segundo o porta-voz do PS, este tarifário foi especificamente criado para opositores de Sócrates. O político acusa a Optimus de ter oferecido milhares de telemóveis com este tarifário aos sindicalizados da Fenprof. O tarifário oferece condições e preços imbatíveis porque permite que as chamadas entre "Fenprofes" custem apenas um cêntimo por minuto, além de que oferece 1500 mensagens escritas grátis por mês, desde que as mesmas sirvam para convocar manifestações contra o governo e greves.