7 de fevereiro de 2008

Lançada bomba de cintura para terroristas obesos

Além de estar a crescer nos países desenvolvidos, a obesidade começa igualmente a subir para níveis preocupantes no resto do globo. Segundo a Organização Mundial de Saúde, mais de 50% da população oriunda dos países do Médio Oriente sofre de excesso de peso, sendo o terrorismo uma das profissões com maior propensão para a obesidade, um flagelo que ataca mais de 70% dos profissionais deste ramo. O aumento de atentados falhados levou a que uma empresa de capitais Americanos e Sauditas, líder no mercado dos explosivos, decidisse avançar para uma solução que consiste nas já clássicas bombas de cintura com um cinto que permite ser usado por pessoas obesas com mais de 80 centímetros de cintura e que vistam calças com tamanhos superiores ao número 50 da Zara. A empresa revelou que o número de encomendas efectuadas pelo Hezbollah, Al Qaeda e Jihad Islâmica tem excedido as expectativas iniciais.