27 de fevereiro de 2008

Ciganos preferem receber o rendimento social de inserção em DVDs virgens

Os representantes da etnia cigana em Portugal pretendem que os moldes da aplicação do programa de inserção social possam ser escolhidos individualmente pelos beneficiários. Tendo como base a própria lei (Lei n.º 13/2003, de 21 de Maio) e que no capítulo I, artigo 1º descreve o rendimento social de inserção como um "programa de inserção, de modo a conferir às pessoas e aos seus agregados familiares apoios adaptados à sua situação pessoal, que contribuam para a satisfação das suas necessidades essenciais e que favoreçam a progressiva inserção laboral, social e comunitária", os ciganos pretendem que o Estado lhes ofereça a mensalidade de Internet banda larga e acesso gratuito a acessórios úteis para o dia-a-dia dos ciganos como capas para DVDs, resmas de papel, tinteiros, apitos, sacos pretos do lixo e fianças.