25 de fevereiro de 2008

Funcionárias seleccionadas para trabalhar no Balcão Sénior da Loja do Cidadão são as que conseguem dizer 500 provérbios em 10 minutos

Os critérios de recrutamento estabelecidos para o novo pessoal do Balcão Sénior da Loja do Cidadão foram mais rigorosos que nunca devido à especificidade desta faixa etária e da singularidade do seu imaginário. As funcionárias deverão fingir que se babam a ver as fotos das dezenas de netos mostradas por idosas, aparentar infinita paciência e enorme interesse na história de vida, durante o tempo que for preciso, e deverão mostrar total concordância com os pensamentos típicos dos idosos como "No tempo do Salazar é que era", "Hoje em dia as pessoas não respeitam ninguém" , "Perderam-se os valores da família" ou "Sexo só depois do casamento".