25 de outubro de 2010

Pombos-correio que conseguiam voar a mais de 50 km/h faziam o correio azul

Os pombos-correio foram usados antigamente para carregar mensagens escritas em papel, colocadas num tubo pequeno atado à pata e já na altura efectuavam serviços idênticos aos correios modernos: correio normal, correio registado, encomendas e envio com aviso de recepção. Os pombos com melhor resistência física e sentido de orientação faziam o correio internacional e os pombos que entregavam encomendas contra-reembolso ou vales-correio dominavam artes marciais e tinham o bico mais duro e afiado.