14 de outubro de 2010

Anorécticas melhor preparadas para resistir à crise

As pessoas que sofrem de anorexia são as que estão a reagir melhor às medidas de austeridade de Sócrates. Carina, manequim, um metro e oitenta de altura e 35 quilos, come o trópico de capricórnio da maçã hoje, come o trópico de câncer no sábado e deixa o Equador para comer até à próxima quarta, não está minimamente preocupada com a recessão económica em 2011. “Eu já vivo no PEC V ou VI. Estou adiantada no tempo em relação ao resto da população. Se o Sócrates ficar até 2013, pode ser que entretanto me olhe ao espelho e me ache mesmo magra”, afirmou a manequim.