30 de agosto de 2010

WikiLeaks tem segredo da receita dos Pastéis de Belém

Depois de 173 anos em segredo, a receita da confecção dos Pastéis de Belém acaba de ser divulgada no site da WikiLeaks, organização internacional que publica informações confidenciais de assuntos sensíveis, tendo feito furor por ter divulgado arquivos secretos do governo americano sobre a Guerra do Afeganistão. A gerência da fábrica da 15.ª iguaria mais saborosa do mundo segundo o jornal The Guardian já está a averiguar para descobrir o responsável pela fuga das informações. Julian Assange, fundador da WikiLeaks, acusado de extorsão sexual a ajudantes de pasteleiros menores de idade e freiras carmelitas, promete divulgar brevemente a receita dos ovos moles de Aveiro, gamada a uma freira carmelita, das queijadas de Sintra, dos travesseiros da Periquita, dos pastéis de Tentúgal, das Tigeladas de Abrantes, do pudim Abade de Priscos, da barriga de Freira de Arouca, dos Fofos de Belas, do Dom Rodrigo, da lampreia de Portalegre, das trouxas de ovos das Caldas, da Sericaia, do pão de Rala, do bolo de mel da Madeira, do molho do Frango da Guia e das “caralhotas” de Almeirim.