11 de agosto de 2010

Governantes de países nórdicos pedem para que políticos portugueses no poder parem de dizer que se inspiram nas suas políticas

Depois de Isabel Alçada ter defendido o fim dos chumbos e de ter associado essa proposta ao sistema de ensino dos países nórdicos, Carlos XVI Gustavo, rei da Suécia, o primeiro-ministro da Noruega, Jens Stoltenberg, a presidente da Finlândia, Tarja Halonen, e a rainha Margarida II da Dinamarca já vieram pedir encarecidamente para que nunca mais sejam associados a políticas de governos portugueses. “Estamos a ficar com má fama. Qualquer dia as pessoas vão pensar que neste país não há disciplina, não há regras, não há exigência e que a maioria dos jovens não aprende patavina na escola”, afirmou o primeiro ministro sueco Fredrik Reinfeldt.