3 de agosto de 2010

Mário Crespo reduz intensidade de sotaque britânico quando pronuncia “Freeport” porque processo já não está em segredo de Justiça

O fim do segredo de Justiça do processo Freeport ditou diversas alterações na dicção de Mário Crespo. O jornalista abandonou o sotaque Londrino à meia-noite de dia 27 e tem estado a fazer uma incursão progressiva pelos sotaques irlandês, escocês, galês, de Liverpool, Birmingham, Nottingham, Norfolk, Essex, Bristol, Sussex, Surrey, Dover, Hampshire, Cornwall, Leeds e Sheffield, tendo pronunciado “Fripór” no dia de ontem pelas 23 horas e 15 minutos.