19 de agosto de 2010

Agentes da PSP com dificuldade em pagar 300 euros pelo fardamento vão a lojas de carnaval e lojas do chinês comprar fantasias de polícia

Os agentes da PSP são obrigados a pagar do seu bolso as fardas, já que recebem uma comparticipação anual muito inferior às despesas com o fardamento, cujo conjunto base custa 300 euros, necessitando o polícia de vários conjuntos, fardamento para o Verão, para o Inverno, extras e fardamento de cerimónia. “Eu gasto 25 euros e tenho uma farda completa. Um dos problemas das fantasias de polícia é que são irreais porque o azul é demasiado claro. Eu compro as peças separadamente. Já usei as calças pretas do Zorro mas as calças tapa botas ficavam ridículas, assim como o cinto. Depois descobri que as calças pretas do Darth Vader são iguais às calças da PSP. A camisa da fantasia do Morpheus do Matrix também é igual à da polícia. Ainda preciso de corrigir pormenores da farda. A boina da fantasia do Che Guevara precisa de um retoque com a caneta de feltro para disfarçar a estrela. E falta encontrar um boné sem a palavra SWAT, um crachá que não diga Polícia Federal e umas algemas que não sejam pompom rosa”, afirmou um polícia.