15 de julho de 2010

Pessoas prejudicadas pela Marsans têm medo de dar a cara para protestar porque temem represálias de Cavaco

A falência da agência de viagens Marsans está a estragar as férias aos portugueses. Segundo a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, as reclamações de clientes lesados pela agência de viagens Marsans demonstram claramente a importância que as pessoas deram ao aviso de Cavaco para passar as férias em Portugal para não prejudicar a balança comercial do país. “As reclamações são de pessoas que tinham viagens marcadas para a Madeira, Açores, Porto, Berlengas, Algarve, Alentejo e Serra da Estrela. As pessoas que tinham viagens marcadas para o estrangeiro recusam a nossa ajuda e até nos pagam para ficarmos calados. Não se importam de ficar sem férias e sem os reembolsos de milhares de euros. Tudo menos o Cavaco descobrir que eles não são patriotas”, disse uma assessora.