21 de julho de 2010

Candidatos ao curso de Medicina deixam pens em forma de bisturi dentro dos computadores

A tendência dos médicos em esquecer instrumentos de trabalho dentro de locais proibitivos já remonta ao tempo da sua adolescência. “Tinha 13 anos. Estive a escovar os dentes do meu cão e esqueci-me da escova de dentes dentro da boca e o cão acabou por falecer. Uma vez avariei um carro depois de me ter esquecido de uma chave de fendas dentro do motor. A minha irmã mais velha trabalhava num cabeleireiro em part-time durante o curso de Medicina. Depois de uma permanente deixou uma tesoura esquecida dentro do cabelo de uma senhora”, afirmou um candidato a médico.