14 de julho de 2010

Pais de alunos queixam-se que portáteis Magalhães não prestam porque a ventoínha não dá fresquinho e a drive não refresca minis

A chegada do Verão está a levar as famílias a tentar tirar partido das funcionalidades dos portáteis “Magalhães” para a vida quotidiana típica desta altura do ano. A falta de informação e as falsas expectativas estão a frustrar as pessoas que ainda não entenderam qual é a utilidade de um Magalhães. “É uma porcaria de prancha que não serve para bodyboard nem para o surf. E como não desliza na areia, também não presta para fazer skimming. Como cadeira não é nada confortável porque os quadrados das letras aleijam-me o rabo. Tentei meter cogumelos, camarão, frango, perú, lulas e secretos de porco preto na chapa azul mas a comida fica sempre crua por mais horas que lá fique”, afirmou uma mãe info-excluída.