22 de julho de 2010

Empresário português organizava a vida empresarial de acordo com a vida amorosa: tinha a Fagundes & Filhos, Lda e a Fagundes & Filhos ilegítimos, Lda

Um empresário português está a ser considerado um caso de estudo devido ao parelismo entre a sua vida empresarial e a vida amorosa. O indivíduo agia de forma completamente transparente, tendo constituído centenas de empresas. “Eu tive uma fase em que tinha relações curtas, paixões carnais intensas e decidi constituir uma sociedade gestora de participações sociais que se chamava “Amigas Coloridas, SGPS” para administrar todas as empresas que eu tinha com cada amiga colorida. Eu e a minha mulher chegámos a ter um casal amigo com quem praticávamos swing e fizemos uma empresa os quatro. Depois descobri que esse casal andava a desviar dinheiro da tesouraria para meter numa empresa que tinham com uma amiga bissexual que por acaso já tinha tido um negócio comigo”, afirmou Fagundes.