14 de fevereiro de 2010

Paulo Rangel vai tirar meia hora por dia para se dedicar a questões europeias

Paulo Rangel promete que vai deixar de utilizar o seu cargo de eurodeputado para a luta política em território português e vai mesmo passar a desempenhar o seu cargo com todas competências exigidas. “Amanhã vou estar todo o dia a reunir com “Barrosistas” para negociar apoios, mas prometo que vou debruçar-me durante 25 minutos sobre as medidas para combater a especulação contra o euro. E prometo que para a semana vou estudar legislação da União Europeia sobre protecção dos cidadãos e do ambiente durante 35 minutos. Espera, não posso. Tenho reunião em Lisboa com barões do PSD para negociar apoios. Mas prometo que compenso com a questão da protecção de dados dos cidadãos na próxima semana. Espera, nesse dia não vai dar. Tenho reunião em Lisboa com “Cavaquistas”, conselheiros nacionais do PSD e com distritais. Mas eu compenso com a Comissão das Liberdades Cívicas, Justiça e Assuntos Internos. Espera, nesse dia não posso”, revelou Paulo Rangel.

Publicado no Inimigo Público de 12 de Fevereiro de 2010