11 de fevereiro de 2010

Bombistas suicidas fazem atentados de tarde para respeitar lei do ruído

As principais organizações terroristas do Médio Oriente já estão a controlar o ruído associado às suas actividades inerentes para não atentar contra a tranquilidade da vizinhança ou a saúde pública. O Hezbollah, a Al-Qaeda e o Hamas já fazem de forma muito regular e profissional a recolha de dados acústicos dos atentados de acordo com técnicas de medição normalizadas. “Os nossos atentados ocorrem exclusivamente nos dias úteis, até às 20 horas. Nunca ultrapassamos os 45 decibéis e mantemos uma distância considerável de hospitais e escolas. Quando pretendemos atentados mais poderosos, solicitamos ao governo civil de Bagdad a emissão de uma licença especial de ruído”, explicou um terrorista.