26 de fevereiro de 2010

Ongoing terá de vender participação que tem no PSD para comprar 35% do PS

Depois da ERC opor-se à entrada da Ongoing na TVI enquanto esta for accionista da dona da SIC, o Tribunal Constitucional obriga a Ongoing, o segundo maior accionista do PSD, a desfazer-se desta participação como garantia do pluralismo, da diversidade e da não concentração da titularidade das entidades que prosseguem actividades políticas. A Ongoing já está a negociar a venda de 20 autarquias, 4 concelhias, 35 deputados, 400 magistrados, 130 jornalistas e 50 bloggers a um fundo de investimento gerido pela Goldman Sachs. “Tenho de comprovar que não terei qualquer relação com a entidade à qual vier a vender a minha participação no PSD. Depois disso já posso fazer uma OPA ao PS e esperar pela decisão da Autoridade da Concorrência, entidade que é 75% detida pela Ongoing”, revelou Nuno Vasconcellos, líder da Ongoing.

Publicado no Inimigo Público de 19 de Fevereiro de 2010