22 de julho de 2008

Preço dos combustíveis poderá aumentar taxa de desemprego de locutores de rádio especializados em notícias de trânsito

A actual crise dos combustíveis poderá ter consequências devastadoras para o ramo das informações de trânsito. As subidas dos preços dos combustíveis têm provocado um aumento do uso dos transportes públicos e uma quebra de trânsito nos acessos a Lisboa. Esta situação já se sente nas rádios portuguesas com a descida abrupta de audiências de notícias de trânsito a provocar o aumento dos despedimentos de locutores de trânsito e cortes nos salários. O núcleo de jornalistas de trânsito do Sindicato de Jornalistas já iniciou um conjunto de acções de manifesto, com centenas de jornalistas a bloquear os principais acessos para protestar contra a subida do preço dos combustíveis. Durante estes manifestos tem-se feito sentir a tradicional agressividade dos piquetes de greve contra cidadãos inocentes, aproveitando para destruir todos os outros inimigos que ameaçam o emprego dos jornalistas de trânsito das rádios, como os modelos de GPS que disponibilizam informações de trânsito e auto-rádios sem o sistema RDS, que permite detectar informações de trânsito e sintonizar automaticamente o respectivo posto de rádio.