3 de julho de 2008

Post-It processa Maria de Lurdes Rodrigues por quebra de vendas

A 3M Company, fundada no início do século XX, cotada na Bolsa de Valores de Nova Iorque e que criou nos anos 80 o bloco de recados adesivo Post-it afirmou esta semana que pretende pedir uma indemnização de 275 milhões de euros ao estado português, valor que a empresa estima ter deixado de ganhar devido às características dos exames nacionais deste ano. Segundo o director-geral da empresa, Patrick D. Campbell, as vendas do modelo Super Sticky notes baixaram 50% e as vendas dos notepads na cor canário, pastel e sunbrite tiveram uma quebra de 90%. "Os exames nacionais deste ano são tão fáceis que os alunos nem compraram post-its para usarem como cábulas. Para não fecharmos a nossa delegação em Portugal precisamos urgentemente de um Veiga Simão à frente da Educação", afirmou o director.