12 de outubro de 2007

Maioria dos jogos italianos acabam com empates sem golos por causa do enorme equilíbrio de pessoas que rezam pela vitória

Ao contrário do que defendiam os pensadores do Iluminismo, os deuses têm influência na vida dos seres humanos e, especialmente, no futebol. A proporção e o estilo de pedidos incluídos nas rezas influencia o estilo de futebol praticado. As causas subjacentes à fraca atractividade do futebol Italiano, resumem-se ao facto de nenhum adepto católico pedir a Deus para que a sua equipa dê espectáculo, optando pelo pedido de "não quero perder". O futebol espanhol e inglês beneficiam muito do facto de o crente querer que a sua equipa ganhe e que jogue bem. A causa para a pasmaceira futebolística de Portugal é o enorme fosso entre o número de crentes dos três grandes e dos outros clubes e também o facto de os adeptos rezarem apenas para que os adversários percam e que seja nomeado o árbitro certo para apitar o jogo da sua equipa.