4 de junho de 2010

Rádio Radar aceita indemnizar ouvinte para compensar trauma causado por emissão de uma música de grupo alternativo que tinha elementos pop

A emissora de rádio com a música mais alternativa do panorama radiofónico nacional recebeu recentemente um pedido de indemnização por parte de um indivíduo que sofreu gravíssimos distúrbios psicológicos, perdeu o emprego, a família e terá que ter acompanhamento psicológico até ao final da vida depois de ter ouvido uma música ainda considerada “indie” mas já com uma súbtil e quase imperceptível aproximação às fórmulas musicais “mainstream” durante 13 segundos no segundo minuto da música. “Vamos pagar um milhão de euros porque achamos justo por tudo o que causámos ao nosso ouvinte. Este caso serviu-nos de lição. Prometemos que nunca mais volta a acontecer tal situação pois despedimos todos os colaboradores que não sofrem por amor”, afirmou Inês Meneses.