10 de novembro de 2007

Fisco penhora jogadores do Boavista da década de 70

A máquina fiscal está mais eficiente que nunca e já não perdoa dívidas, por mais pequenas e antigas que sejam. Um novo edital das Finanças do Porto está a chocar ainda mais a opinião pública e a perturbar a vida familiar e profissional de ex-atletas do Boavista. João Alves, o luvas pretas e actual treinador de juniores do Benfica, está penhorado pelas Finanças, assim como Erwin Sanchez, seleccionador da Bolívia, o talentoso "playmaker" Ion Timofte, o célebre Bobó, o diletante Russel Latapy, e os goleadores Ricky e Jimmy. Se os jogadores mais valiosos do actual plantel do Boavista, como Zé Kalanga e Jorge Ribeiro, não foram penhorados, também os activos mais importantes do Boavista que têm actualmente mais de quarenta anos - como José Lello e Rui Rio - salvaram-se do vexame de serem vendidos em hasta pública.