1 de junho de 2011

20 administradores que ocupam mil lugares de administração em empresas cotadas passam metade do tempo em jantares de Natal, aniversários e a passar recibos

Segundo o relatório anual sobre o Governo das Sociedades Cotadas em Portugal, divulgado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, cerca de 20 administradores acumulavam funções em 30 ou mais empresas distintas, ocupando, em conjunto, mais de mil lugares de administração. O Inimigo falou com o caso mais extremo, um administrador que pertencia aos órgãos de administração de 62 empresas. "Recebo 300 mil euros por ano por cada cargo de administração mas a minha vida é muito complicada. É muita papelada. Sabe lá o esforço que eu faço para não baralhar as moradas das empresas, os dias das reuniões e os nomes dos meus colegas. Não tenho tempo livre. São sessões de coaching, casamentos, funerais, chás de panela, baptizados, festas de despedida e jantares de aniversário de funcionários de 62 empresas. E cada empresa tem milhares de funcionários! E as galas de aniversário, Natal, Páscoa, Carnaval e outras comemorações das próprias empresas? Já viu o que é passar os recibos de 62 empresas todos os meses e aturar as amantes de 62 empresas? Eu preciso de mais tempo livre para a minha vida. No próximo ano só posso ser administrador de 40 empresas, no máximo 50”.