14 de junho de 2011

Líder do MEP diz que foi prejudicado pelo voto útil no PAN

O Líder do Movimento Esperança Portugal, Rui Marques, apresentou a demissão depois do fracasso da votação nas eleições legislativas. O MEP foi apenas a nona força política mais votada, com apenas 0,39 por cento, em resultado de 21 748 votos. Segundo o seu líder, o MEP foi prejudicado pelo voto útil no PAN - Partido Pelos Animais e Natureza, que teve quase 60 mil votos e foi a surpresa destas eleições. O líder do Partido da Nova Democracia revelou que se sentiu prejudicado pelo útil no PTP, o novo partido de José Manuel Coelho. O Movimento Partido da Terra, o Partido Humanista e o Bloco de Esquerda assumem que foram prejudicados pelo voto útil no PAN, o CDS lamentou ter sido prejudicado pelo voto útil no PSD, o PS lamentou ter sido prejudicado pelo voto útil na abstenção, o PNR foi prejudicado pelo voto útil branco e pelo voto útil nulo e Carmelinda Pereira sentiu-se prejudicada pelo voto útil em Garcia Pereira.