23 de junho de 2011

Rapaz de 11 anos que fala banalidades sobre o país já está a ser endeusado pelos comentadores e poderá ser o novo António Barreto

António Barreto, que exerce um fascínio inexplicável sobre os comentadores, como se fosse o detentor da verdade absoluta, já está a fazer escola juntos dos mais pequenos. Um rapaz de 11 anos afirmou na escola que os políticos em Portugal são feios, maus e cheiram a cocó e que Portugal está triste e pode morrer. O petiz, que visualizou centenas de horas de cassetes de António Barreto, consegue fazer a mesma pose serena e sábia enquanto diz evidências, já é considerado um sensato intelectual, o senador do externato e a eminência parda do 6º B.