20 de novembro de 2010

Segurança do Oceanário detém peixe com olhos esbugalhados que tinha ar de ser anarquista infiltrado para provocar desacatos na Cimeira

O Oceanário de Lisboa acaba de revelar que deteve um besugo que era o líder de um cardume de cariz anarco-libertário, considerado o braço marinho do movimento radical Black Block. O cardume desmantelado era constituído por um charuteiro-limão, uma cavala, duas moreias do Aquário Vasco da Gama, uma garoupa-de-sela-negra, um peixe-lua e quatro sargos bicudos estrategicamente colocados nos ultracongelados do Continente do Centro Comercial Vasco da Gama. O peixe foi considerado suspeito por ter as escamas negras, a cara tapada com algas, uma tatuagem de Che Guevara na guelra e por ter começado a atirar cocktails molotov de plâncton a todos os corais que tinham o desenho dos logotipos da McDonald's e Starbucks.