8 de maio de 2010

Carmona Rodrigues e ex-vereadores reservaram sede da Bragaparques na véspera da sentença para festejar ilibação no caso Parque Mayer/Feira Popular

O antigo presidente da Câmara Municipal de Lisboa Carmona Rodrigues e os seus ex-vereadores Fontão de Carvalho e Eduarda Napoleão foram ilibados do crime de prevaricação por titular de cargo público no caso da permuta dos terrenos da Feira Popular e do Parque Mayer feita com o grupo Bragaparques. Durante a noite anterior, Carmona Rodrigues, Fontão de Carvalho e Eduarda Napoleão colocaram à porta da sede da Bragaparques um pano com a inscrição «Reservado», pano que já tinha usado pelo administrador da Bragaparques, Domingos Névoa, quando reservou o Tribunal da Relação de Lisboa para festejar a absolvição do caso de suborno de 200 mil euros ao vereador Sá Fernandes.