19 de maio de 2010

Astrólogos analisam convocatória e criticam Queiroz por excesso de Peixes e pela falta de Tigres, escorpiões e aquários

A convocatória de Queiroz, além de ter sido arrasada por todos os milhões de seleccionadores de bancada, está a ser altamente criticada pelos maiores especialistas da astrologia. O astrólogo Paulo Cardoso opinou ontem sobre as opções de Queiroz e lamentou a falta de planeamento astrológico. “Como ponto de partida, é preciso trabalhar bem o horóscopo chinês que nos dá as linhas estruturantes. 2004 foi o ano do Macaco e a selecção apresentava em campo uma maioria esmagadora de jogadores do signo Macaco. 2010 é o ano chinês do Tigre e Queiroz não tem um único Tigre no lote dos 24. Não faz sentido escolher jogadores do signo Peixes, que é um signo que está mesmo muito, muito fraquinho no mês de Junho, como demonstra o facto do Pepe, Raul Meireles e Pedro Mendes serem desse signo. E depois é preciso ter laterais e extremos competitivos para uma competição deste gabarito. Em Junho, os Paulos Ferreiras, os Coentrões, os Dudas, os Nanis, os Sabrosas e os Dannys desta vida vão ter os seus signos posicionados na casa 4, a casa do Lar e da família, literalmente o local onde eles deviam estar”, afirmou Paulo Cardoso.