26 de abril de 2007

Simplex do Vaticano vai permitir beatificação de Irmã Lúcia na hora

Portugal poderá gozar de uma oportunidade única de beatificar, em tempo recorde, a Irmã Lúcia, já que o prefeito para a Congregação para as Causas dos Santos é o cardeal português, D. Saraiva Martins. As altas esferas do governo português, Durão Barroso, o cardeal e a agência de comunicação do governo, a LPM, colocaram no terreno uma sorrateira mas certeira campanha, que já se tinha iniciado com a morte de João Paulo II, e que tem dado frutos, ao ponto de se ter conquistado alguma da quota de mercado de popularidade pertencente a Madre Teresa de Calcutá, a arqui-rival de Lúcia. O modelo Simplex do Vaticano foi inspirado no modelo do governo socialista e permite que o processo de beatificação da Irmã Lúcia seja aprovado “na hora” sem que os milagres tenham que ser analisados por teólogos e médicos e sem que o processo tenha de ser aprovado pelo Papa.