21 de abril de 2007

Maioria das rixas em discotecas são causadas por estrábicos

A esquadra de polícia mais especializada em rixas, localizada perto do Mussulo e do Black Tie, em Lisboa, elaborou um relatório que desmente a maioria das versões contadas pela imprensa especializada. Durante décadas, as causas avançadas para rixas sempre foram o excesso de álcool, a rivalidade entre angolanos e cabo-verdianos, a disputa por raparigas, luta entre facções de filhos de militantes da UNITA e do MPLA e a rivalidade entre gangues ou traficantes. "O incidente na discoteca Luanda começou devido a um gay que era estrábico e que esteve a noite toda a olhar para um homem. O homicida pensou que o estrábico estava a engatar a namorada", afirmou um agente da PSP.