18 de maio de 2011

Portas pede a Deus para criar mundo exclusivamente para pequenas e médias empresas

Depois de defender a necessidade de apoiar fiscalmente as pequenas e médias empresas, a criação de incentivos para que as pequenas e médias empresas exportem mais e uma "versão aligeirada" do Código de Trabalho para micro, médias e pequenas empresas, o líder do CDS-PP, Paulo Portas, chegou à conclusão, com enorme pena, de que as pequenas e médias empresas nunca atingirão a plenitude de benefícios que merecem e necessitam devido às características naturais do Planeta Terra. “Falta um plano cósmico para as pequenas e médias empresas. Falta criar um planeta exclusivamente para as pequenas e médias empresas. Só Deus poderá criar uma nova massa discóide de poeiras e gás e fazer nascer um novo mundo com uma pressão atmosférica que seja boa para as pequenas e médias empresas. Um mundo com outro período orbital, um diâmetro equatorial e uma inclinação axial mais adaptados às pequenas e médias empresas, elementos químicos diferentes, um campo magnético que ajude as pequenas e médias empresas a serem mais competitivas. A atmosfera do nosso planeta carece de amónia e metano e tem excesso de azoto. Sinto que isso prejudica as pequenas e médias empresas e beneficia as grandes empresas”, confessou Paulo Portas.