21 de maio de 2011

A economia portuguesa entrou no quarto, Strauss-Kahn saiu nu do WC, agarrou a economia portuguesa, deitou-a na cama e inseriu-lhe o pénis na boca

O director-geral do FMI, Dominique Strauss-Kahn, foi acusado de agressão sexual e de tentativa de violação contra uma economia de um país de 9 séculos durante a madrugada no hotel Sofitel de Nova Iorque, perto de Times Square. A Os jornais norte-americanos avançam que a economia portuguesa terá entrado no quarto de Strauss-Kahn, tendo este saído nu e tentado violar a economia portuguesa. O director-geral do FMI tentou trancar a economia portuguesa dentro do quarto de hotel, mas a economia portuguesa conseguiu fugir e denunciar a situação. Strauss-Kahn seguiu, de imediato, para o aeroporto e a economia portuguesa foi trazida pelos serviços de emergência médica para o Hospital Roosevelt. Segundo as perícias médicas, a economia portuguesa foi brutalmente agredida sexualmente com um memorando de entendimento muito duro e uma taxa de juro de 5%.



Siga o Biscoito no Facebook AQUI