30 de abril de 2011

Miguel Portas alega que ocupou o lugar menos luxuoso da 1ª classe

Miguel Portas, que tinha levantado a questão das viagens dos eurodeputados e quis pôr os colegas a viajar em classe turística, foi apanhado em primeira classe num voo da TAP. De forma a atenuar as críticas, o eurodeputado já veio esclarecer que abdicou de todos os luxos nojentos da sociedade capitalista e que fez um voo tão pacato como o voo na classe económica. “O meu assento era o mais próximo da classe económica. Não consumi nenhum alimento nem nenhuma bebida de alta qualidade. A televisão pessoal esteve sempre desligada, não usei os chinelos nem o pijama que foram facultados. Fiz check-in na secção da classe económica, não usei a sala de espera exclusiva e fui dos últimos a entrar no avião. Diminuí propositadamente o espaço entre os assentos de forma a ficar tão desconfortável quanto as pessoas que vão na classe económica e ainda coloquei uns pregos a espetar nos meus glúteos durante a viagem toda. Eu sou diferente dos outros que viajam em 1ª classe. Peço-vos que nunca me confundam com essa gente deplorável”, esclareceu Miguel Portas.

Siga o Biscoito no Facebook AQUI