28 de abril de 2011

Bruxelas já tem um “plano b”: Portugal poderá receber os 80 mil milhões de euros à mesma só que às escondidas da Finlândia

Os resultados das eleições legislativas na Finlândia estão a afectar o plano de ajuda a Portugal. O novo executivo finlandês, que é assente numa coligação de partidos de direita e de extrema-direita que são contra o apoio financeiro a Portugal e contra o Mecanismo de Estabilização Financeira da União Europeia, poderá vetar o empréstimo, inviabilizando o resgate financeiro de Portugal. Mas Bruxelas já tem um “plano b” para o caso de a Finlândia vetar o empréstimo a Portugal. Com uma mãozinha do português Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia, Portugal poderá receber os 80 mil milhões de euros à mesma só que às escondidas da Finlândia. De forma a evitar que se saiba deste segredinho, será usado um saco azul das contas da Comissão Europeia com dinheiro desviado de despesas correntes, despesas com viagens, hotéis e facturas de restaurantes. O dinheiro será transportado de Bruxelas até ao Terreiro do Paço de três em três meses em notas de 20 euros dissimuladas em contentores com polvo congelado.



Notícia escrita para o Inimigo Público TV

Siga o Biscoito no Facebook AQUI