1 de abril de 2011

Manifestódromo vai ser construído na Avenida da Liberdade para funcionar aos sábados

Face ao número de iniciativas que serão necessárias devido ao agudizar da crise que se aproxima, a cidade de Lisboa vai passar a ser dotada de um equipamento urbano permanente a ser implantado na Avenida da Liberdade para manifestações ao sábado. A estrutura estará adaptada para manifestações e protestos de todos os estilos, desde os originados no Facebook até aos protestos mais clássicos de sindicatos, professores, enfermeiros e outras classes profissionais. Além de um corredor central para o desfile revolucionário, o Manifestódromo terá duas bancadas cobertas com capacidade para 150 mil lugares sentados, palco para os Homens da Luta e Deolinda, ecrãs gigantes, som Dolby Digital Surround, iluminação artificial, postos de carregamento de pilhas para megafones, wi fi grátis, parque de campismo, parque subterrâneo para 50 mil carros, centro comercial com área alimentar, cinemas, ginásio, piscina, SPA, bares e discotecas, hotel, lugares anuais com 50% de desconto e camarotes VIP para empresas de trabalho temporário.

Siga o Biscoito no Facebook AQUI