1 de setembro de 2010

Paulo Ferreira e Hilário têm hérnia por excesso de tempo sentado no banco do Chelsea

O departamento médico do Chelsea acaba de divulgar que os dois jogadores portugueses do plantel estão com ciática, hérnia e com os discos já muito separados das vértebras. A situação era previsível, já que Hilário jogou 15 vezes em 4 anos e Paulo Ferreira jogou pouco mais de 20 jogos em três anos. Os jogadores vão ser sujeitos a cirurgia, fisioterapia para fortalecimento dos músculos que apoiam a coluna e treino muscular específico para melhorar a flexibilidade, debelando os danos causados por tanto tempo sentados no banco. “Devia ter-se prevenido esta situação com cadeiras ergonómicas no banco de suplentes que acompanhem a curvatura natural das costas e mandando-os mais vezes usar a placa das subtituições para esticar as pernas. Mais dois jogos no banco e eles ficavam com as hérnias estranguladas ao ponto de ter uma isquemia”, afirmou um especialista.