16 de setembro de 2010

Assaltada carrinha de Sócrates com milhares de euros em telepontos, Magalhães, diplomas das Novas Oportunidades e dados estatísticos martelados

A criminalidade está a assolar algumas das maiores personalidades do mundo artístico e criativo de Portugal. Depois do roubo da carrinha dos Xutos & Pontapés, a carrinha de José Sócrates que guardava todo o equipamento usado nas suas actuações foi furtada no Largo do Rato. Dentro da carrinha estavam mais de 500 portáteis Magalhães, 5 equipamentos para fazer jogging, uma receita de cuscous oferecida por Khadafi durante a festa de aniversário da revolução líbia, 20 telepontos, 10 camisas brancas, 10 blazers azuis, um CD da banda sonora do Gladiador, 5 jovens figurantes, 200 bandeiras, 5 mil diplomas das Novas Oportunidades do curso de lateral-direito, central de marcação, manequim de unhas de gel, dança do ventre, póquer, sushi, massagem prostática e ainda estatísticas inventadas sobre o crescimento da economia portuguesa, estudos pouco credíveis da OCDE sobre a educação pré-escolar e dados sobre o desemprego martelados por Valter Lemos.